Relatório da 2ª assembleia popular realizada pelos moradores de Sítio dos Pintos

Aconteceu a segunda edição da Assembleia Popular do Sítio dos Pintos - Dia 10/12/2014, na sede da Escola Municipal Mundo Esperança com a pauta: Transporte Coletivo – Grande Recife Consórcio de Transportes / Defesa Civil – Gerência Regional do Nordeste (Sedec).

A reunião iniciou por volta das 19h30 com o primeiro bloco de apresentação dos presentes, os moradores e as moradoras, coordenadores (BETINHO JOSÉ – Grupo Compasp e TEREZA PEREIRA – Grupo Mulheres de Sítio dos Pintos) e convidados (NELTON UCHOA – Gerência Regional de NE da Secretaria Executiva de Defesa Civil / LARA LIMA – Secretaria de Infraestrutura e Serviço Urbano da Prefeitura do Recife; JANICI LEMOS – Divisão de Atendimento às Comunidades / FELIPE JOSÉ – Gerência de Fiscalização do Grande Recife Consórcio de Transportes do Governo de Pernambuco).

O 2º bloco foi o momento de retorno das visitas realizadas pela equipe regional da Defesa Civil, depois as colocações gerais dos moradores e das moradoras referente aos problemas diversos na comunidade. A moradora SEVERINA destacou a questão do acumulo de lixo, velocidade dos automóveis, pontos de parada dos ônibus e acessibilidade nas calçadas da Estrada dos Pintos; A moradora VILMA solicitou a colocação de um quebra mola na via principal da comunidade e reafirmou as demais questões citada anteriormente; O morador NOEL chamou atenção para a falta de calçadas na Rua Parque Santa Maria e também na avenida principal de Sítio dos Pintos, a educação ambiental e o acumulo de lixo na localidade, e a manutenção das canaletas; A moradora SOCORRO reforçou a necessidade de monitoramento da sua residência por motivo de está com rachaduras decorrente do muro de arrimo, por causa das infiltrações nas canaletas e escadaria quebrada, e pediu o vistoria técnica da equipe da Sedec; As moradoras JAILMA e NINHA solicitaram vistoria técnica da equipe da Defesa Civil por causa dos rachões nas suas casas decorrente da barreira e também dificuldade a locomoção dos seus familiares; O morador LAURIVAN reclamou sobre a barreira em frente a sua residência, informou que tem o material para construção da barreira mais falta vistoria técnica e da engenharia da Sedec, questiona por que a barreira que foi construída na Escola Mundo Esperança não seguiu até a sua casa, por motivo de ser continuidade; A moradora NOEMIA relatou que a sua residência está com rachaduras e infiltração ao entorno da casa por causa das canaletas e escadaria; e os demais moradores e moradoras reafirmaram a necessidade de atuação emergencial por parte da Prefeitura do Recife nas questões de manutenção, monitoramento e execução de ações paliativas para os problemas citados a cima.

As sugestões para outras demandas: EMLURB - Ações de limpeza urbana no campinho da Rua Parque Santa Maria; manutenção das escadarias, canaletas e calçadas; Iluminação nas ruas São João, Santo Cristo, Nossa Senhora de Fátima e Parque Santa Maria; Trabalho de educação ambiental com a comunidade para a diminuição do acumulo do lixo.

Os gestores NELTON e LARA pediram que o relatório da Assembleia Popular com as demandas, sugestões e encaminhamentos seja enviado por email para possíveis providencias e analise pontual de cada caso com nome, endereço, contatos e fotos dos problemas citados pelos comunitários. Já o pleno solicitou que as visitas e ações realizadas pelos órgãos, sejam comunicados, ao coordenador BETINHO, além da sugestão da criação de um projeto para liberação de engenheiros para assinar projetos de construção de barreiras, quando o morador/moradora disponibilizar a mão de obra e matérias por sua conta.

O 3º bloco os técnicos da Grande Recife Consórcio de Transportes (DIAC e GFIS) informaram que identificaram através da ação de fiscalização algumas irregularidades na frota das linhas 524, 527 e 930 em relação aos elevadores (SET) nos ônibus; a superlotação e tempo de intervalo de um veiculo para outro; o quadro de horários das 3 linhas que atende o Sítio dos Pintos não sofrerá alteração durante o período de férias, continuando o mesmo quadro de dias uteis, depois do retorno foi aberto ao pleno para colocações, complementações e sugestões para a melhoria do transporte coletivo na comunidade.

A moradora JAILMA solicitou fiscalização e averiguação no quadro de horários da linha 532 – Casa Amarela (Cruz Cabugá), pois a moradora denunciou que passa na parada de ônibus, tanto na ida (Sub/Cid) e na volta (Cid/Sub)do seu trabalho a demora constante dos ônibus da linha 532; A moradora TEREZA informou que a demora das linhas 524 e 527 são constantes, principalmente no horário de pico, melhorar o quadro de horários das linhas que atende o bairro de Sítio dos Pintos e a solicitação da ampliação do itinerário da linha 523 – Dois Irmãos (Bacurau) para entrar na Estrada dos Pintos com ponto de retorno no Pinto Gás; O morador JAIR reforçou a necessidade do retorno da viagem das 5:45 da manhã da linha 524, o mal atendimento dos condutores dos veículos das linhas da empresa Transcol, apoiou a sugestão de ampliar o itinerário da linha 523 com entrada na comunidade de Sítio dos Pintos – por causa de vários moradores trabalharem e largarem de madrugada; Demais questões levantadas pelos moradores e moradores foram: demora na parada de ônibus, superlotação dos ônibus pela manhã, descumprimento no atendimento das ultimas viagens das linhas 524, 527 e 930, inclusive com leiteiros apagados, a quantidade de veículos quebrados e velhos, e o itinerário da linha 527.

Algumas sugestões que são destaque para analise por parte da Grande Recife: Reprogramar o quadro de horário das três linhas; Mudança no itinerário da linha 527 retornando para o ponto de retorno no Terminal do Cais de Santa Rita e ao retorno do itinerário inicial da linha na sua criação, na volta (Cid/Sub) passando pela Avenida Conde da Boa Vista; Aumentar a frota da linha 524 por ser há mais antiga; Atendimento da linha 523 à comunidade de Sítio dos Pintos (Estrada dos Pintos com ponto de retorno no Pinto Gás); Divulgação dos quadros de horários das linhas 524, 527, 930 e 532 nos próprios veículos e também com panfletos para os comunitários; Reunião na sede da Grande Recife com uma comissão de moradores para o retorno das sugestões.

A assembleia popular foi encerrada com o informativo de seu retorno em fevereiro de 2015 com demais temas definidos na 1ª assembleia do dia 18/11. Agradecimento pela participação dos moradores e das moradoras, como também a contribuição dos gestores da Prefeitura do Recife e Governo do Estado.

Moradores promovem assembleia para discutir sobre transporte coletivo e defesa civil

Os moradores de Sítio dos Pintos, bairro da zona norte do Recife, estão realizando diversas reuniões temáticas para debater os problemas da localidade. Nesta quarta-feira, dia 10, acontecerá a segunda edição da Assembleia Popular, às 19h, na Escola Municipal Mundo Esperança, na pauta principal: "Transporte Coletivo e Defesa Civil/Serviços Públicos". Na primeira reunião, em novembro, os grupos Compasp e Mulheres de Sítio dos Pintos conseguiram reunir 15 representantes de diversas pastas da Prefeitura do Recife e Governo do Estado, numa prova da força do movimento popular e comunitário nos bairros. "O objetivo desses encontros é garantir a escuta da população referente aos problemas enfrentados pelos moradores e fazer o controle social das políticas públicas" informa Betinho José. 

Serviço: 
2ª Assembleia Popular 
Dia 10 
Às 19h 
Escola Municipal Mundo Esperança (Estrada dos Pintos, nº 900 - Sítio dos Pintos) 
Informações: (81) 3269.6776

Relato da 1ª assembleia popular realizada na terça-feira no bairro de Sítio dos Pintos


Relato da reunião "
Assembleia Popular" que aconteceu na terça-feira (18), na Escola Mundo Esperança, no bairro de Sítio dos Pintos. O encontro foi realizado pelo Grupo COMPASP e Grupo de MULHERES com a coordenação de Tereza Pereira e Betinho José, e apoio da integrante do Mirim Brasil, Sylvia Campos. 

Na abertura foi montada a mesa de diálogo e o coordenador Betinho José, informou: "Enviamos um ofício direto para o secretário, que enviou um representante. Na reunião de hoje nós temos a presença de 12 gestores da Prefeitura do Recife (Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Infraestrutura, Serviços Públicos, Saúde, Educação e Mulher) e do Governo do Estado (Secretaria das Cidades - Grande Recife). Ele explicou que a diretora da unidade de ensino não pode participar porque tinha aula no turno da noite em outra escola. Por fim, destacou a importância dessa atividade pioneira para discutir amplamente com a população sobre os problemas e as soluções das questões comunitárias".

Abaixo os relatos: 

MORADOR 1: A sociedade precisa saber a quem se reportar para denunciar e fazer as críticas positivas e negativas. O bairro tem Pensar nos projetos sociais. Creche (CMEI) em parceria com a UFRPE está parada e precisamos reformar. Infiltração de barreiras prejudica caminho e causa doenças. Atendimento do CRAS;

MORADORA 2: Elogiou a diretoria da escola e parabenizou a realização da reunião; 

MORADOR 3: Dificuldades são muitas. A limpeza urbana, por exemplo, não está cumprindo o serviço. Reclamam dizendo que precisam de mais uma pessoa trabalhando e o lixo não é recolhido em tempo. Quanto às barreiras e escadarias: abertura de crateras e fissuras, bem como barreiras que estão cedendo. Motoristas de ônibus não querem entrar em Sitio dos Pintos tarde da noite. O motorista se recusa. Medicamentos em falta no posto. Médicos e enfermeiros entram em licença e não existe reposição. Destaque para a 4ª Travessa da Rua Parque Santa Maria; 

MORADORA 4: Está havendo muito assalto. A viatura policiamento comunitário não passa. Crianças são assaltadas a caminho da escola. Tem crianças caindo na canaleta. A coleta do lixo é muito problemática porque acumula rato, fica ao lado do supermercado; 

MORADORA 5: A barreira da minha casa está caindo, gerando problemas na estrutura da residência e precisando de monitoramento pela Defesa Civil;

MORADORA 6: Problemas de infraestrutura por causa da canaleta. Isso geraria custo extra para ela;

MORADORA 7: Os ônibus já vêm lotados do terminal, decorrente de usuários de outra localidade; Informou que ouviu boato sobre a retirada da linha 527 – Sítio dos Pintos – IMIP; 

MORADORA 8: Barreira está caindo e isso está causando problemas na casa, na Rua São João; As casas com rachaduras e problemas na escadaria; 

MORADOR 9: A Emlurb registrou as necessidades de manutenção em três ruas (São Pedro, São Jorge e Santo Cristo). Quanto à manutenção de canaletas e barreiras, já faz muito tempo que não existe. A última manutenção foi em 2011;

MORADOR 10: Empresa de ônibus que não respeita o quadro de horários. Os ônibus já vem cheio do terminal; 

MORADOR 11: 4ª Travessa Parque Santa Maria tem um problema sério quanto a uma barreira que cai sistematicamente, e hoje só existe um metro de passagem; 

MORADORA 12: A falta de limpeza nas canaletas. Infiltrações nos muros de arrimos. A falta de segurança nas ruas e na avenida principal;

MORADOR 13: Mais uma vez, chama a atenção da plenária para o exercício de dialogar com o governo;

MORADORA 14: Falou da importância de atividades de formação ampla para as mulheres e adolescentes;

MORADOR 15: Precisamos abrir os olhos da mente para poder entender e avançar nesse diálogo com a prefeitura. O potencial de resistência compete ao povo;


LAURILENE: A gerente regional da Secretaria de Educação do Recife. Vai averiguar a questão da creche e sobre a previsão de volta das crianças para a escola Mundo Esperança é para este ano de 2014; 

LARA: A gerente de desenvolvimento social da Secretaria de Infraestrutura do Recife. Ela reconhece que boa parte das questões diz respeito a essa secretaria. Pedi que Betinho entre em contato amanhã ou na quinta para sistematizar, anotar bem, as ruas com que têm problema. Ela se dispõe a ver cada caso junto com Betinho. Ela diz que a ligação pode estar indo para o lugar errado. Construir sozinho? Temos um projeto parceria, envolve corresponsabilidade entre a comunidade e a defesa civil. É importante que a barreira seja trabalhada de maneira correta para não ocasionar problemas futuros. Enquanto Defesa Civil, a gente tem o lema "o maior bem é a vida". Se precisar reconstruir, a gente vai ter que encarar isso. Isso é defesa civil;

DENÍLSON: Coordenador da RPA 3 - Trabalha na área da Emlurb. Ele explica que o trabalho da Emlurb é de manutenção. Mas a Emlurb faz, a questão é que fica cheio logo. O problema da rua São João, está com prioridade, mas existe um problema burocrático de contratação anual. Caçamba estacionária. As pessoas colocam entulhos nas caçambas que deveriam ser usadas apenas para lixo doméstico. Existe um problema de limpeza/fechamento das canaletas. 

CLAUDIA: Chefe do CRAS Dois Irmãos. Oferta serviços da assistência social nascida. Atendimento técnico, Programa Bolsa Família, fortalecimento dos vínculos familiares, geração de renda. Falou que houve um trabalho com jovens na área a de esporte e de arte (grafite). Mas o trabalho parou porque a equipe é pequena; 

GISELA: Divide a coordenação do CRAS Dois Irmãos. estamos com um projeto comunidade solidária voltado a geração de renda. Existe um grupo de mulheres funcionando semanalmente, dialogando sobre ações questões vinculadas às mulheres. Observaram que muitas mulheres faziam atividades manuais e isso esta em um projeto de formação para geração de renda;  

IRAQUITAN: Falou da importância desse espaço para se aproximar das pessoas. O distrito está em processo de divisão de áreas e isso levará um tempo, mas a gente espera que o atendimento avance. Com isso aqui a gente resgata uma prática importante. Tem coisa que podem ser resolvidas a curto, outras a médio e outras em longo prazo; 

JUSCELINO: Distrito Sanitário III e secretário executivo do conselho distrital. Vai providenciar uma equipe do PSF para ver quais são as dificuldades e resolvermos; 

CLÓVIS: Enfermeiro do PSF de Sítio dos Pintos. Não chegamos para mudar, mas sim para trabalhar juntos. Estamos tentando fazer as coisas juntos. A primeira reunião, prática não corrida na gestão anterior, só deu 6 pessoas; já na segunda lotamos a Associação. As compras pelo poder público precisam seguir um padrão de licitação, e estamos conseguindo avançar. Fizemos pedidos que foram atendidos e outros que estão em vias de ser. A internet que a prefeitura disponibilizou, não está funcionando. Em breve haverá um serviço de aviso das marcações por SMS. Existiu uma galha sim na marcação. Existe apenas um profissional para fazer multitarefas. O horário do posto é das 8h às 12h. As marcações não dependem do posto, depende de haver vaga no sistema. Temos uma equipe pequena e o sistema informático não é bom; 

TANIA: Coordenadora do Centro de Referência Clarice Lispector da Secretaria da Mulher do Recife. Falou do desenvolvimento de política de igualdade de gênero. Esse recorte começou há 12 anos na cidade e hoje existe a intenção de colocar um Centro de Referência em cada RPA. Esse é um momento de encontro entre quem executa e em recebe o serviço, os dois lados precisam se escutar. Eu sou trabalhadora de vocês. Existem os concelho como um lugar de fortalecimento das políticas públicas. Infelizmente os conselhos estão esvaziados. A questão de abrigamento é algo muito sério e deve ser deve do Estado. A política pública para mulheres é algo novo e que está em processo de fortalecimento. Haverá uma ação de 16 dias de culminância. Temos o programa Maria da Penha vai à Escola, pois precisamos construir uma relação de igualdade entre meninos e meninas para prevenção da violência. 


RAFAEL: Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Recife. Parabeniza pela iniciativa popular. Fala do que preconiza o PNDH - Programa Direitos Humanos nos bairros. Destacou questões sobre as divisões LGBTT, Criança e Adolescente, Pessoa Idosa, e demais ações da SDSDH. 

ANA LUISA: Disse que o Grande Recife está perto dos bairros. Betinho está sempre levando as denúncias de Sítio dos Pintos, e participa deste 2012. Parte do que foi colocado será encaminhado para averiguação. Um desses casos é a não entrada dos últimos ônibus do dia. Sobre maus-tratos, é importante que vocês denunciem. Esse tipo de denúncia é recorrente. Por isso, os operadores do sistema terão capacitação. Agora em 3 de dezembro haverá sensibilização para o atendimento a pessoas com deficiência ou mobilidade Reduzida.

FÁTIMA: A Gerência de Fiscalização do Grande Recife. Temos feito fiscalização regularmente, mas toda a denúncia de vocês precisam ser passada com o máximo de informações. Temos tido muito congestionamento, daí a linha Sítio - Joana Bezerra está sofrendo bastante. Peço que vocês pontuem os problemas, e seus detalhes, com Betinho. O ônibus de 5:45 não está passando é o de 6h vem lotado. 

Os moradores presentes decidiram que a próxima Assembleia Popular será 10/12/2015, às 19h, na Escola Mundo Esperança (Estrada dos Pintos, nº 900) com a pauta principal: TRANSPORTE e SERVIÇOS PÚBLICOS.

Assembleia com moradores reúne gestores da Prefeitura do Recife e Governo do Estado para discutir problemas de Sítio dos Pintos


Na ultima terça-feira, dia 18, aconteceu a primeira Assembleia Popular no bairro de Sítio dos Pintos para debater os problemas e possíveis soluções por parte dos moradores e gestores das secretarias da Prefeitura do Recife (Secretaria da Mulher, Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Infraestrutura, Serviços Urbanos, CRAS, Emlurb, Defesa Civil, Saúde e Educação) e do Governo do Estado (Secretaria das Cidades e Grande Recife Consórcio de Transporte). 

A reunião pública foi realizada na Escola Municipal Mundo Esperança (com inicio às 19h15 e finalizada por volta das 21h30) e os moradores estiveram presentes em massa para falar sobre os problemas de infiltrações, canaletas quebradas, demora dos ônibus das linhas 527, 524 e 930, quedas de barreiras, escadarias precisando de manutenção, falta de segurança, muito lixo e a necessidade de limpeza, a demora da construção da creche do bairro, foram algumas das diversas questões relatadas pelos presentes na assembleia popular - atividade pioneira no bairro. 

Para o jovem líder e coordenador da reunião, Betinho José, essa atividade garante para os moradores a promoção do direito à participação, democratização das informações e dialogo coletivo. "Essa assembleia, a primeira das várias que iremos fazer, é mais uma ferramenta que podemos fazer cobranças e ao mesmo tempo reorganizar as nossas bandeiras de lutas para solicitar aos órgãos competentes da Prefeitura e Governo do Estado".

Assembleia Popular mobiliza moradores do bairro


Um iniciativa pioneira no bairro de Sítio dos Pintos. A realização da primeira Assembleia Popular para discutir e definir o rumo dos problemas do bairro, ouvindo a população e os gestores públicos. O evento é promovido por Betinho José, coordenador do Grupo COMPASP e Tereza Pereira, coordenadora do Grupo Mulheres de Sítio dos Pintos. A assembleia popular acontecerá na próxima terça-feira, dia 18, às 19h, na sede da Escola Municipal Mundo Esperança. O encontro contará com a presença de gestores da prefeitura do Recife e governo do estado de Pernambuco.

Muito lixo na porta da escola e nas ruas do bairro


Em Sítio dos Pintos, o lixo está até na porta de entrada da escola do bairro. Enquanto não entendermos que a casa é o planeta, estaremos jogando lixo nas ruas e poluindo as cidades. O nosso desafio é conscientizar, sensibilizar e ampliar a educação ambiental para mudar os hábitos da nossa população. A população está a espera da Prefeitura do Recife - ‪‎Emlurb‬, por providencias e a necessidade de um trabalho em conjunto com os moradores de conscientização.

Queda de barreira na Rua São Pedro

Os moradores da Rua São Pedro estão pedido providências por parte da Prefeitura do Recife, através da Defesa Civil do Recife para o atendimento das demandas necessárias com relação a queda da barreira na residência nº 80.

Já foram realizados diversos protocolos gerados pelos moradores (8016519614 / 8014855914) e até o momento só foi colocado a lona plástica por parte da equipe regional da Defesa Civil do Recife.

Enquanto isso, os comunitários ficam no aguardo do retorno, informando periodicamente ao órgão competente e ansiosos da espera do fim da dor de cabeça.

Os donos das casas próximo a localidade, se dispõem em contribuir com a mão de obra, se a Prefeitura do Recife disponibilizar os materiais para a construção do muro de arrimo.

Falta acessibilidade, melhoria da infraestrutura e demora na entrega da escola do bairro de Sítio dos Pintos


Os moradores do barro de Sítio dos Pintos estão preocupados com a demora do retorno dos alunos para sede oficial da Escola Municipal Mundo Esperança, localizada na Estra dos Pintos, na Zona Norte do Recife. Além dessa demora da entrega da unidade escolar, os moradores também estão preocupados com relação da falta de acessibilidade das pessoas com deficiência física na escola. Foi realizado pela Secretaria Municipal de Educação - Prefeitura do Recife a reforma da unidade educacional, a construção da barreira e outras mudanças na infraestrutura da escola, só que faltou observar e fazer adaptação do acesso dos alunos e pessoas com deficiência a unidade.

Prefeitura do Recife realiza limpeza em terreno baldio no Sítio dos Pintos


O blog do Sítio dos Pintos e o jornal comunitário #FolhadoBairro noticiou sobre o descanso e falta de limpeza no terreno dos marroquinhos na Estrada dos Pintos (principal via do bairro) e a Emlurb realizou a capinação, limpeza do canal e construção de muro de arrimo que fica no terreno baldio. Os moradores ficaram satisfeitos e a espera da utilização deste local para implementação da Praça de Eventos e Academia da Saúde, por parte da Prefeitura do Recife.

Escadarias e calçadas sem manutenção no Sítio dos Pintos

Travessas das ruas do Parque Santa Maria

As calçadas e escadarias do Parque Santa Maria, Alto Bom Jesus e Alto Boa Esperança, em Sítio dos Pintos, estão precárias com necessidade de manutenção. Segundo os moradores já faz 9 anos que a Emlurb não realiza uma ação de melhorias nas escadarias e calçadas do bairro. "A gente está precisando de mais trabalho da prefeitura na questão do serviço de manutenção para melhorar as calçadas e escadarias" disse o morador Joaquim Francisco de Almeida, 56 anos. 

BARREIRA EM OBRA E INFRAESTRUTURA DAS RUAS PRECISANDO DE MANUTENÇÃO


O Alto Bom Jesus estão sendo beneficiados com a construção do muro de arrimo e encosta por trás da Escola Municipal Mundo Esperança. Com a realização desta obra por parte da Prefeitura do Recife, o visual já mudou, os estudantes vão ficar seguros e protegidos. Já os moradores do Parque Santa Maria estão preocupados com atual situação das canaletas e escadarias das ruas da localidade. As canaletas são antigas, estão quebradas e com infiltrações. O problema está muito grave, prejudicando a infra-estrutura das casas, muros e escadarias, além dos riscos para a mobilidade dos comunitários.

BOATO OU VERDADE: CADÊ A NOSSA ACADEMIA DA SAÚDE?

No ano de 2009, os moradores aprovaram a construção da praça de eventos em Sítio dos Pintos. Logo após, a Prefeitura do Recife anunciou que o bairro foi beneficiado com uma Academia da Saúde, inclusive já tinha recursos e até então só ficou no papel. Segundo informações dos moradores, a Academia será construída numa comunidade vizinha, não se sabe a justificativa, nem as questões que levará a transferência dessa obra por parte da prefeitura. Será que é só mais um boato?

#SaiuNoJC: Violência - Insegurança domina o bairro de Sítio dos Pintos

Saiu nota do cidadão Marcos Lira, no Voz do Leitor do Jornal do Commercio de Pernambuco, na edição de 4 de abril de 2014, o título: "Insegurança domina Sítio dos Pintos". 

VIOLÊNCIA 
Insegurança domina Sítio dos Pintos 
A falta de policiamento ostensivo tem deixado os moradores com medo 
Publicado em 04/04/2014, às 18h33

Marcos Lira 
marcos.lira@hotmail.com 

Nas últimas semanas o bairro Sítio dos Pintos parece “cenário de filme de faroeste”, tamanha a falta de segurança pública. As pessoas desejam ir à esquina e não podem, pois estão todos vulneráveis, correndo risco de vida. A falta de policiamento ostensivo tem deixado os moradores com medo diante dos últimos acontecimentos na região. Há alguns dias um grupo de jovens foi vítima de homens encapuzados que atiraram para todo lado na Rua Parque Santa Maria. Na semana passada um jovem também foi alvo de pessoas encapuzadas que atiraram nele no Alto Bom Jesus. Pedimos que, diante desses fatos, o policiamento seja reforçado no bairro. Não aguentamos mais essa insegurança.

Comunidade continua reclamando da Empresa Transcol


Os moradores de Sítio dos Pintos e Dois Irmãos, na Zona Norte do Recife, pedem urgentemente uma fiscalização do Grande Recife Consórcio de Transporte/Oficial - Governo de Pernambuco nas seguintes linhas de ônibus que atende aos dois bairros: 524 - Sítio dos Pintos (Dois Irmãos), 522 - Dois Irmãos (Rui Barbosa), 532 - Casa Amarela (Cruz Cabugá), 930 -Rio Doce (Dois Irmãos) e 527 - Sítio dos Pintos (Imip/Joana Bezerra) operadas pela empresa Transcol. Segundo os usuários, eles estão sofrendo com a demora constante, os intervalos de um ônibus para o outro é grande demais. Os passageiros estão esperando diariamente, entorno de 25 a 40 minutos um veiculo, nos pontos de paradas que muitos não tem se quer local para descansar. De acordo com os moradores, em outras fiscalizações realizadas pelo Grande Recife, a equipe de fiscalização constatou o não cumprimento de horário, informação inverídica e atrasos sem motivo, justificados em algumas linhas da Transcol, com isso, a operadora foi autuada. Agora, os usuários estão pedido novamente mais uma vez monitoramento por parte da equipe de fiscalização do Grande Recife e Secretaria Das Cidades nas linhas operadas pela empresa Transcol na região.

OBRAS PRIORITÁRIAS PARA OS MORADORES DO SÍTIO DOS PINTOS

Este ano, as obras prioritárias para os moradores de Sítio dos Pintos, bairro da Zona Norte do Recife, será a construção da praça com espaço para eventos no Terreno dos Marroquinos e contenção de encosta da 4ª Travessa da Rua Parque Santa Maria foram aprovadas no Orçamento Participativo de 2009.

A comunidade também solicita a implementação da Academia da Cidade junto com a praça, possibilitando o acesso ao lazer, esporte, cultura e educação. Depois das três plenárias, a comunidade ficou pela primeira vez com duas ações entre as 10 prioritárias para a Prefeitura do Recife fazer na região.

No entanto, a comunidade também chama atenção para a atual situação das canaletas nas ruas do Parque Santa Maria. "São muito velhas, quebradas e com infiltrações. Esse problema, está comprometendo a infraestrutura das casas, muros e escadarias", reclama a moradora, Maria Renata Ferreira, 35 anos.

Já o morador, Francisco Alves Junior, 52 anos, fala da mobilização da comunidade. "Os moradores pedem urgência na troca dessas canaletas, que está há 13 anos sem manutenção. Nós, saímos da nossa casa para  votar no OP, nas obras que para gente é muito importante".

Ações para comunidade - O Grupo Compasp (Comissão Pró-Arraial) e Grupo Mulheres de Sítio dos Pintos realizam ações há seis anos para comunidade. O Mutirão de Solidariedade, Apitaço da Paz, Noite Cultural, Semana das Crianças, Desfiles de blocos carnavalesco, Festa de Natal e Fim de Ano, Show de Cidadania, Feira Social, Mutirão de Serviços Públicos, Projeto Esporte, Saúde e Bem-Estar, e faz parte da Comissão Organizadora do Polo Carnavalesco de Sítio dos Pintos. São algumas das diversas ações que a Compasp e Grupo Mulheres lutam pela garantia dos direitos fundamentais.

COMUNIDADE ABANDONADA POR FALTA DE AÇÕES EFICIENTES


O bairro de Sítio dos Pintos, área norte do Recife, continua abandonado pelos órgãos governamentais. A falta de ações na área de manutenção das escadarias, canaletas e ruas da comunidade está preocupando os moradores. 

Outro problema são as barreiras que estão em situação de risco, principalmente, depois das ultimas chuvas fortes precisando de atenção e prevenção. As questões da limpeza, educação e saúde precisam de um dialogo amplo, transparente e participativo com toda comunidade.

Agora, um outro problema que continua sistematicamente é a falta de água nas torneiras e o compromisso de uma dialogo com a comunidade, por parte da Compesa. Claro, que não é só a questão da água, mas o saneamento básico e a rede de esgoto que a companhia precisa fazer mesmo de verdade.

Enquanto isso, o Sítio dos Pintos, continua abandonado pela falha de gestão e eficiencia para execução das políticas fundamentais para os moradores que também pagam imposotos e muito caro.

USUÁRIOS RECLAMAM DO ATENDIMENTO AO BAIRRO DE DOIS IRMÃOS NO RECIFE

Empresa Transcol tem 50% das linhas para atender a região de Dois Irmãos.

Muita demora, ônibus lotado e irritação, esses são as sensações sentidas todos os dias pelos usuários que precisam ir para o centro do Recife  e  a Dois Irmãos. O bairro conta com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Parque Dois Irmãos, conhecido como o Horto, empresas particulares, casas de festa, escolas.  Além das comunidades adjacentes, como Sítio dos Pintos, Apipucos, Nova Morada, Córrego da Fortuna, Nova Caxangá e Sítio São Braz, que juntas tem um total de 30 mil pessoas. 

Ao total, são 8 linhas de ônibus que atende a região de Dois Irmãos, mais assim mesmo, é alvo de muitas reclamações. As solicitações são o pedido  de reforço na frota das linhas e melhorar o quadro de horários. Nesse último pedido os usuários pedem para que tenha um menor tempo de intervalo de um ônibus para outro. O reforço principal é nas 4 linhas que vão para o centro do Recife, e as 3 linhas que atende aos municípios da Região Metropolitana (Olinda, Camaragibe e Jaboatão dos Guararapes).

Os problemas já começam nas primeiras horas da manhã, quando a maioria dos ônibus passam lotados do terminal. O que faz com que muitos usuários das linhas passem mais de meia-hora na parada. Se a situação é complicada durante a semana, nos finais de semana a situação para os usuários ainda é pior. Como sempre acontece uma redução na frota de ônibus que serve os usuários de transporte coletivo na capital, os ônibus das Linhas demoram ainda mais. Os ônibus chegam a demorar entre 30 minutos à 1 hora.

As organizações das comunidades e usuários  já tentaram marcar encontros com as empresas e pedem ao Grande Recife Consorcio Transporte que faça esta ponte para dialogarem sobre a construção de uma solução eficaz para todos e todas. Com a palavra o Grande Recife e Governo de Pernambuco.

MAIS MONITORAMENTO, MAIS FISCALIZAÇÃO, MAIS ÔNIBUS


Os moradores de Sítio dos Pintos e Dois Irmãos, na Zona Norte do Recife, pedem urgentemente uma fiscalização do Grande Recife Consórcio de Transporte/Oficial - Governo de Pernambuco nas seguintes linhas de ônibus que atende aos dois bairros: 524 - Sítio dos Pintos (Dois Irmãos), 522 - Dois Irmãos (Rui Barbosa), 532 - Casa Amarela (Cruz Cabugá), 930 -Rio Doce (Dois Irmãos) e 527 - Sítio dos Pintos (Imip/Joana Bezerra) operadas pela empresa Transcol. Segundo os usuários, eles estão sofrendo com a demora constante, os intervalos de um ônibus para o outro é grande demais. Os passageiros estão esperando diariamente, entorno de 25 a 40 minutos um veiculo, nos pontos de paradas que muitos não tem se quer local para descansar. De acordo com os moradores, em outras fiscalizações realizadas pelo Grande Recife, a equipe de fiscalização constatou o não cumprimento de horário, informação inverídica e atrasos sem motivo, justificados em algumas linhas da Transcol, com isso, a operadora foi autuada. Agora, os usuários estão pedido novamente mais uma vez monitoramento por parte da equipe de fiscalização do Grande Recife e Secretaria Das Cidades nas linhas operadas pela empresa Transcol na região.

Problemas que preocupa os moradores do bairro de Sítio dos Pintos

O muro da unidade de ensino do bairro está com muitas infiltrações

Em vários trechos da avenida principal do bairro, as canaletas estão entupidas 

Acúmulo de lixo é problema em diversos pontos do bairro

Sítio dos Pintos reclama da falta de ações pela Prefeitura do Recife

 
Em meio ao risco de barreiras desabarem, necessidade de manutenção nas canaletas da comunidade, a espera da construção da praça de eventos, falta de calçamento e terreno baldio causando transtornos, trazem uma sensação de abandono aos moradores de Sítio dos Pintos, na zona noroeste do Recife.
 
Nas ruas São Pedro, São João, Nossa Senhora de Fátima, São José, Alto Bom Jesus e Parque Santa Maria, é nítido ver as canaletas quebradas, infiltrações e sem nenhuma ação de manutenção. Eles são obrigados a conviver com a água das canaletas passando por dentro das suas casas, e até mesmo as infiltrações passam por dentro dos muros de arrimo e barreiras da localidade.
 
Segundo, a moradora Ana Oliveira, que mora no bairro há mais de 20 anos, informa que nunca viu uma melhoria. “Nas eleições, eles vem aqui, prometem tudo e a nossa situação quando chove são as ruas alagadas e as canaletas que continuam quebradas, inclusive entrando água dentro da nossa casa” afirmou Ana, 38 anos.
 
Já o morador Robson Santos, 36 anos, pai de dois filhos, diz que o único lazer que seus filhos têm é dentro de casa. Ele informou que um terreno abandonado servindo para entulhos deveria ser para a praça e academia da cidade, prometido pela Prefeitura do Recife.
 
“Tenho bem perto da minha casa um local que poderia ser a nossa praça que só serve para juntar lixo com o aumento de ratos e escorpiões. Meus filhos são obrigados a brincar dentro de casa ou em frente ao meu portão, porque a Prefeitura não quer construir a praça. Ai eu pergunto, para onde está indo o nosso dinheiro?” desabafou Robson que vive há 15 anos no bairro.
 
Diante dessas reclamações, esperamos que a Prefeitura do Recife, através das secretarias responsáveis por cada área citada no poste resolva os problemas que mostra o abandono de ações básicas de infra estrutura, manutenção e

Demora constante dos ônibus em Dois Irmãos e Sítio dos Pintos

 
Os moradores dos bairros de Sítio dos Pintos e Dois Irmãos ficam ainda mais aborrecidos quando, se falar em transporte público. Eles afirmam que a demora dos ônibus é absurda, uma peregrinação diária para ter acesso a outras opções de linhas e ao transporte público de qualidade na região.
 
Para a moradora, Paloma Santos, 25 anos, o problema é antigo e sem solução. Os ônibus não passam no horário programado, deixando os moradores irritados.
"Se você tiver um compromisso com hora marcada e não pode se atrasar, o jeito é sair bem cedo de casa, caminhar cerca de 10 minutos para ter mais opções. Porque se for esperar por estes ônibus, você não cumpre sua obrigação. As empresas que fazem a linha no bairro não respeitam as pessoas. Estamos cansados de reclamar e não sermos atendidos". Falou a usuária e estudante, Paloma, moradora de Sítio dos Pintos.
 
Já o morador, João Santos, 42 anos, o descanso é tal grande que os grupos da comunidade já se reuniram várias vezes com o Grande Recife e gerentes das empresas de ônibus, e nada muda.
"Sabemos que o trânsito da nossa cidade é um caos, mas não justifica a demora dos ônibus. Foram diversas vezes nas empresas e no Grande Recife em reuniões, e eles não resolvem nada, por que é bairro pobre. Aqui a gente paga muitos impostos e queremos um transporte de qualidade que respeite os usuários". Disse o usuário e pedreiro, João, morador do Córrego da Fortuna.
 
Outro morador, Fernando Costa, 48 anos, denunciou que as empresas de ônibus utilizam o quadro de horário antigo para atender o bairro.
"Essas empresas de ônibus daqui fazem o que quer, pois eles não têm fiscalização rigorosa, por parte do Governo Estadual. A gente já reclamou muitas vezes e nos últimos anos a coisa piorou. O quadro de horário dos ônibus é antigo de 5 anos atrás e ainda as empresas não tem ônibus suficientes para atender a demanda que nos últimos anos só fez crescer". Afirmou o usuário e professor, Fernando, morador de Sítio dos Pintos
 
Diante dessas reclamações, esperamos que o Governo do Estado de Pernambuco, através da secretaria e órgão responsáveis por cada área citada no poste resolva os problemas que mostra o desrespeito aos usuários do transporte público. 

Arraial Tradicional volta animar festejos juninos do bairro de Sítio dos Pintos


O tradicional Arraial de Sítio dos Pintos anima a região de Dois Irmãos, na zona norte do Recife, com dez dias de festa junina, iniciou dia 21 e vai até 30 de junho. O bairro de Sítio dos Pintos recuperando o seu tradicionalismo e cultivo da cultura de verdade. Em nova direção, a AMOSP - Associação dos Moradores de Sítio dos Pintos, através do presidente da entidade comunitária, Edmilson Pereira, trouxe uma nova cara para a festividade de São João e São Pedro. 

O Concurso de Quadrilhas Juninas do arraial volta ao roteiro oficial das quadrilhas não só da região metropolitana, mas do estado de Pernambuco. Além das quadrilhas que já passaram no arraial, as companhias e grupos de danças, e trios de forró pé de serra também agitaram os moradores.
 
A festa junina de Sítio dos Pintos contou com o apoio de vários amigos e amigas da Amosp, órgãos públicos e a organização Compasp articulou o apoio da Prefeitura do Recife (nas atrações e serviços).

Moradores cobram com urgência a construção de muro de arrimo em escola municipal de Sitio dos Pintos

Familiares dos estudantes e moradores que residem no Alto Bom Jesus, em Sitio dos Pintos localizado na zona norte de Recife, reclamam da falta de ação por parte da Defesa Civil no local. Entre os problemas, a principal reivindicação do momento é a construção do muro de arrimo por trás da Escola Municipal Mundo Esperança. Na localidade, os moradores estão preocupados com a possível queda da barreira depois das ultimas chuvas. Para solucionar o problema, moradores já solicitam à prefeitura que a construção do muro de arrimo seja urgente. "Com a chuva, a barreira cada vez avança mais em direção a escola e às casas", declara a morador João Antonio da Silva. A reivindicação dos moradores de Sitio dos Pintos foi encaminhada, oficialmente, à Prefeitura do Recife através de um encontro no gabinete do secretario Executivo de Infraestrutura da Secretaria de Educação, Antônio Vasconcelos. Na reunião estiveram presente representantes do Grupo de Mulheres do bairro, ONG Compasp, Associação de Moradores de Sitio dos Pintos e direção da unidade de ensino.

MANUTENÇÃO DE CANALETAS E ESCADARIAS EM SÍTIO DOS PINTOS


As escadarias e canaletas que ficam localizadas na rua Parque Santa Maria, em Sítio dos Pintos, na zona norte do Recife, virou uma ameaça para a população da comunidade. Os degraus estão gastos e as canaletas com muita infiltração, além disso, as infiltrações nas escadarias e canaletas também estão rachando muros de arrimos, as casas e os moradores estão com medo que a estrutura desabe. O Grupo Compasp já enviou vários ofícios informando esta situação, inclusive se reuniu diversas vezes com a Secretaria de Serviços Públicos do Recife, sendo em um desses encontros, o grupo entregou um CD com imagem, mais até hoje sem nenhuma manutenção e retorno das solicitações.

POPULACÃO RECLAMA DA DEMORA DAS LINHAS DE ÔNIBUS DE DOIS IRMÃOS


Demora e muita irritação, esses são algumas sensações sentidas todos os dias pela populacão de Sítio dos Pintos e Dois Irmãos que vão e voltam do trabalho, da escola, do médico, da faculdade, e etc. As linhas de ônibus da Empresa Transcol que serve as comunidades vem sendo alvo de reclamações há muito tempo. Os problemas já começam nas primeiras horas da manhã, onde os moradores passam mais de meia-hora no ponto de ônibus.

Já depois do horário de pico, o tempo chega, a ser maior. Se a situação é complicada durante a semana, nos sábados, domingos e feriados, o problema piora para os usuários. Como sempre acontece uma redução na frota de ônibus que serve aos usuários do transporte coletivo na cidade, os ônibus das linhas da região chegam a demorar entre 40 minutos e 1 hora. 

A Compasp e Grupo Mulheres de Sítio dos Pintos já tentaram marcar encontros com a Transcol para dialogar sobre estes problemas, além das questões de responsabilidade social e o atendimento as comunidades, mais sem respostas.

CONFIRA SEGUNDO DIA DO POLINHO DE SITIO DOS PINTOS

Bac Santana
Grupo Amigos do Samba

Orquestra de Frevo
Dj B Boy e Os Molekões

Grupo de Passistas
Público

Maracatu, samba, caboclinho, axé, brega e muito frevo foram os ritmos que agitaram o segundo dia do Polinho de Sítio dos Pintos, no Recife. A programação continuou com a Matinê Infantil especifica para a criançada que contaram com apresentações de grupo mirim de passistas. Logo após, teve o cantor João Alves e Banda Vertical, o Grupo Bac Santana, a roda de samba do Grupo Amigos do Samba, a orquestra de frevo e grupo de passista, e encerrando o Dj B Boy e participação especial do Grupo Os Molekões. O publico foi mais ainda diversificado com aproximadamente três mil pessoas, assistindo as atrações, nas barraquinhas do corredor da folia e no polo em geral.

VEJA COMO FOI PRIMEIRO DIA DO POLO DE SÍTIO DOS PINTOS

Matinê Infantil - Lilica e Laranjinha
Mestre Reizinho e Tripo de Raiz
 
Esquete do Mais Vida
Grupo de Passistas

Grupo de Samba Nova Escolha
Orquestra de Frevo

Palhaços, frevo, coco e samba foram às atrações do primeiro dia do Polinho de Sítio dos Pintos, na zona norte do Recife. No inicio da tarde, a programação foi especifica para a criançada que contaram com animação dos palhaços Lilica e Laranjinha, além dos passistas ensinando passos do frevo para os foliões mirins. A noite teve apresentação do cantor Henrique Filho, depois o Mestre Reizinho e Tripo de Raiz, a roda de samba do Grupo Nova Escolha e encerrando com a orquestra de frevo e grupo de passistas. O publico foi variado com aproximadamente duas mil pessoas, entre prestigiando as atrações, as barraquinhas do corredor da folia e ao entorno do polo.

FIQUE BEM INFORMADO